Buscar
  • Agencia X10

Veja com a Equipe A, dicas para garantir o melhor funcionamento da câmara frigorífica:



Antes de iniciar a instalação do sistema de refrigeração, considere uma série de variáveis para a adequação dos equipamentos, entre eles:

  • Tamanho da sala para, assim, escolher os equipamentos;

  • Produtos a serem estocados,

  • Armazenagem;

  • Manutenção preventiva.

Quando a câmara frigorífica estiver em funcionamento, há de se fazer, também, a verificação constante do sistema.


Verifique a temperatura de entrada e de armazenagem

Cada produto precisa de cuidados específicos para uma correta armazenagem.

E um item importante para isso é checar sua temperatura de entrada e a temperatura de armazenagem.

Isso evita a perda de propriedade dos produtos, além da economia de energia por exigir menos esforço do equipamento.


Verifique a temperatura da câmara frigorífica 3 vezes ao dia

Para não correr riscos de variações de temperatura e perda de produtos, além de garantir o melhor funcionamento, verifique as condições da câmara ao menos 3 vezes ao dia.


Caso sejam constantes as alterações ou haja inadequações, é sinal de que há erro mecânico ou de utilização do equipamento, e uma manutenção deve ser realizada.


Cuidados com o armazenamento no sistema de refrigeração

O bom armazenamento dos produtos é fundamental para que o sistema atenda suas expectativas e obtenha o melhor desempenho.

Procure utilizar estantes e estrados plásticos e deixe suas caixas bem acondicionadas e distribuídas pelo espaço.

Nunca exceda o limite da câmara frigorífica ou armazene itens de forma a bloquear o evaporador, para não impedir a correta circulação do ar.

Isso pode causar danos ao equipamento, por forçá-lo demais, além de alterar a temperatura de conservação e aumentar o consumo de energia.


Não deixe a porta da câmara frigorífica aberta

Sua câmara deve ser aberta apenas no momento de armazenagem e retirada de produtos de seu interior ou verificação de seu funcionamento.

Deixar a porta da câmara aberta, além de afetar a troca de temperatura do sistema de refrigeração, permite a entrada de umidade do ar.

E, como consequência, facilita a formação de gelo, obrigando a parada da produção para o degelo.

Essa camada de gelo pode bloquear o evaporador e, assim, provocar maior desgaste do equipamento e consumo de energia.


Não obstrua a saída de ar dos evaporadores

É importante evitar ao máximo que a saída de ar dos evaporadores seja bloqueada durante seu funcionamento.

Essa medida afeta o rendimento do equipamento, aumentando seu desgaste e diminui sua vida útil.

Atente-se aos cuidados que passamos aqui para ajudar a manter a saída livre.


Ao sair, apague a luz

É importante orientar os colaboradores para sempre apagarem a luz ao sair da câmara de refrigeração.

A luz acessa, além de aumentar o consumo de energia interfere na temperatura interna do equipamento.

Para compensar o calor gerado, o sistema aumenta sua potência para além do necessário.


Higienize corretamente a câmara frigorífica

Para a correta higienização, basta um pano úmido e sabão neutro.

Evite produtos à base de cloro, pois podem causar oxidação no alumínio e no inox.

E também não é indicado utilizar jatos de água, que podem causar problemas de bloqueio na serpentina do evaporador, infiltração no piso, dentre outros.


Manutenção preventiva

Verifique sempre esses fatores citados acima e, além disso, se os equipamentos estão funcionando corretamente, se não há vazamentos ou outros defeitos.

É importante também checar as condições da câmara, se as portas estão bem vedadas, se o sistema elétrico está de acordo, se os fios estão bem encapados etc.

Se houver a necessidade, chame um profissional especializado para realizar a manutenção corretiva do seu equipamento.

Com esses procedimentos em sua empresa, você garante o menor consumo de energia e maior vida útil de seus equipamentos.

E, claro, a melhor qualidade de seus produtos para entregar aos seus clientes.





Fonte: Frigocenter

0 visualização0 comentário