Buscar
  • Agencia X10

Cortar a carne contra as fibras deixa ela dura? Veja com a Equipe A:



Sempre que vamos cortar ou até mesmo preparar uma carne podem acabar surgindo algumas dúvidas. Tais como: qual é a melhor maneira para realizar o corte? Cortar contra as fibras deixa a carne mais dura ou macia na hora do consumo?

Seja você um açougueiro, dono de açougue ou um amante de carnes: saber como cortar as carnes do jeito certo é fundamental.

Por isso, trouxemos esse artigo com tudo o que você precisa saber sobre o corte de uma carne e como você deve fazê-lo para deixar a carne mais macia e suculenta!


Qual é o jeito certo de cortar a carne?

A verdade é que os brasileiros adoram um bom churrasco. Entretanto, nem todas as pessoas sabem lidar bem com a preparação das carnes. Assim, questões sobre o corte de carnes, por exemplo, acabam surgindo e deixando as pessoas em dúvida.

Cortar a carne contra ou a favor das fibras? Qual é o meio correto?

Para não restar dúvida: o ideal é que o corte da carne seja sempre realizado no sentido contrário das fibras para facilitar na hora de mastigar.

Isso faz com que a carne fique mais macia e desmanche na boca na hora de comer.

Além disso, existem várias vantagens ao se cortar a carne contra as fibras. Como, por exemplo:

  • Facilita a entrada do sal e/ou dos temperos;

  • A carne é selada uma única vez, evitando a perda excessiva de líquidos;

  • Diminui o tempo total de assamento, agilizando o preparo da carne;

  • Padroniza a apresentação das carnes.

No entanto, e se o corte for feito a favor das fibras? O que acontece?

Ao cortar a carne a favor da fibra, seu bife continuará mastigável – no entanto, sem tanta suculência e a carne poderá passar a impressão de não ser tão gostosa.

Além de cortar as carnes no sentido correto, existem outros fatores que podem facilitar na hora de preparar a sua carne e deixá-la macia!


Outras dicas importantes para se ter uma carne macia


Além do corte contra as fibras, existem outros métodos e ferramentas que podem ajudar a amaciar a carne e deixá-la ainda mais suculenta.

Para os donos de açougue, um dos equipamentos principais deve ser o amaciador de carnes. Eles funcionam através de pequenas perfurações feitas por navalha. Com isso, as fibras do bife são quebradas, permitindo assim uma maior maciez.

Ter um equipamento desse é primordial para que você possa ter a certeza que está entregando, ao seu cliente, bifes de qualidade.


Além disso, outros itens podem ser utilizados na preparação antes de levar o bife para a panela. Atualmente, há dezenas de produtos industrializados que permitem o amaciamento das carnes, sem mudar o sabor. São os chamados amaciantes.

Para usar, você deve colocar o amaciante na carne antes de temperar e deixá-la descansando por alguns minutos. Com isso, o produto agirá nas fibras e também deixará a carne mais macia para o consumo.

Por fim, o bom e velho martelinho de carne também é uma boa opção para deixá-la mais macia. Ao golpear os bifes e filés, a carne tende a ficar mais fina, permitindo um corte mais fácil tanto por facas quanto pelos dentes de quem for comê-la.

Vale lembrar que, se o corte inicial é feito de maneira correta, há uma facilidade ainda maior para o uso do martelinho, não sendo necessários muitos golpes para que a carne fique de fato macia.


Uma boa faca faz a diferença!

Para cada tipo de alimento há uma faca correspondente. E embora seja comum a utilização do mesmo utensílio para vários fins, saber usá-lo no momento certo faz toda a diferença.

Pois quando a escolha da faca é feita de forma errada, o sabor dos alimentos pode mudar. Além disso, a textura e a maciez das peças dependem muito da precisão de corte.

Todavia, é importante dizer ainda que para cada tipo de corte há uma faca específica. Nesse sentido, ter um padrão de cortes ajuda a evitar o desperdício e entregar uma carne de qualidade cortada da forma correta para o seu cliente.

Fonte: Blog da Norte

1 visualização0 comentário