Buscar
  • Agencia X10

Câmara frigorífica com umidade: quais são as causas e como resolver esse problema?



A refrigeração e o congelamento são processos indispensáveis em nosso cotidiano, sendo usados para conservar desde carnes, frutas, bebidas, e até mesmo flores. E a maior protagonista desse processo, sem dúvidas, é a câmara fria.


Esses equipamentos são bastante utilizados também na conservação de remédios. Para garantir que os medicamentos cheguem às farmácias e aos hospitais totalmente preservados, é necessário que o controle de climatização seja realizado. O art. 117 da RDC n° 17 da Anvisa, que regula a armazenagem de produtos da indústria farmacêutica, garante que nos casos em que forem necessárias as condições especiais de armazenamento, tais como temperatura e umidade, estas devem ser providenciadas, controladas, monitoradas e registradas.


As câmaras frias asseguram condições ideais de temperatura durante a vida útil de um produto. Problemas como umidade podem ocasionar um enorme prejuízo, uma vez que produtos quando mal conservados podem estragar. Por isso, neste artigo vamos mostrar as principais causas da câmara frigorífica com umidade e como resolver esse problema:


Porta aberta

Na rotina diária de inserir ou retirar produtos da câmara frigorífica, a porta do equipamento pode ficar aberta por mais tempo do que deveria. Isso ocasiona em uma série de problemas, visto que, quando a porta fica aberta, ar e umidade entram do ambiente externo para dentro da câmara.

Esse fluxo prejudica o equilíbrio térmico já estabelecido, fazendo com que o motor tenha que trabalhar mais para atingir a temperatura desejada novamente. Portanto, o recomendado é que a porta fique aberta apenas pelo tempo necessário, conferindo se ela está bem fechada após sair da câmara.


Falta de higiene

Como falamos, devido à umidade que entra quando a porta da câmara é aberta, pode ocorrer a formação de gelo no interior, o que interfere no funcionamento do equipamento. O degelo seguido da higienização são elementos imprescindíveis para o bom funcionamento.

Portanto, é necessário um cronograma de degelo e limpeza do equipamento. A higienização deve ser periódica e realizada de maneira adequada, evitando danos à máquina durante o processo.


Manutenção pode ser o segredo

Higiene correta e manter a porta fechada sempre que possível são dicas valiosas, mas não dispensam uma manutenção preventiva. Afinal, a câmara ainda está sujeita a desgastes e defeitos difíceis de serem detectados “a olho nu”, o que compromete o bom funcionamento da máquina a longo prazo.


Entra em contato conosco e venha conhecer nossos produtos:

www.equipearefrigeracao.com.br



Fonte: Frigelar

2 visualizações0 comentário