Buscar
  • Agencia X10

6 curiosidades sobre o congelamento e a conservação da carne. Veja com a Equipe A:



1.A rapidez é fundamental

Em filmes e programas de sobrevivência é comum observamos caçadores que abatem uma caça e as carregam por grandes períodos.

A realidade, porém é que, assim que um animal é abatido, o processo de putrefação começa imediatamente.

Para impedir que se torne uma carne imprópria para consumo e cause doenças, o resfriamento deve ocorrer de imediato.

2.O frio é o melhor método de conservação

Antigamente o consumo de carne era menor exatamente pela dificuldade em conservá-la, o contrário dos tempos atuais.

Salgar e defumar não eram algo acessível a todos. Sendo assim, o consumo de carne ocorria, muitas vezes, imediatamente após o abate.


O frio é, sem dúvidas, a melhor forma de conservar alimentos, retardando os efeitos de apodrecimento.

As soluções de refrigeração industrial causaram uma verdadeira revolução no mercado da carne e nossos hábitos de consumo.

3.A carcaça de um animal pode chegar a 39°C

Logo após ser abatido, a temperatura interna da carcaça de um animal pode chegar a temperaturas que vão de 30°C a 39°C.

Durante o processo de resfriamento inicial todo esse calor deve ser eliminado, até alcançar 0°C.

Para isso, o equipamento correto e em bom estado de funcionamento é fundamental.

4.Cada animal exige um cuidado específico

As espécies de animais possuem tamanhos e características específicas que devem ser levadas em conta durante o resfriamento.

Nos bovinos, por exemplo, uma queda muito rápida de temperatura no estado pré-rigor prejudica a qualidade da carne.

A maciez pode ser afetada caso a carcaça desses animais seja submetida a temperaturas abaixo dos 25°C no pós-morte.


5.Existem três principais métodos de resfriamento

No Brasil, são aplicados três principais métodos de resfriamento para a conservação da carne pós abate:

  • Tradicional

  • Rápido

  • Super-rápido

6.No Brasil o resfriamento é o método mais usado

Uma carne bovina congelada, ao ser descongelada, perde parte de seu suco, algo que não acontece com as aves, suínos e ovinos.

Por isso, em muitos casos, é preferível o resfriamento. Assim, é preciso ter muito cuidado no controle e qualidade do frio em todos os elos da cadeia.

Além de contar com bons equipamentos de refrigeração industrial, o transporte é algo a também ser priorizado.

No resfriamento, a menor das variações pode comprometer todo o serviço realizado e tornar os alimentos impróprios para consumo.


Entra em contato conosco e venha conhecer nossos produtos:


www.equipearefrigeracao.com.br


Fonte: Frigocenter

1 visualização0 comentário